Análise do Chainlink (LINK): guia completo 2024

€ 17.1072

0.7347
Dernière mise à jour à 11:02:05 UTC
Market Cap
€ 10,043,611,191.13
Fully Diluted Market Cap
€ 17,107,156,696.65
Volume
€ 121,874,455.59
Circulating Supply
587,099,970.45 LINK

Coversor de Criptomoedas

Última atualização às 11:15:05 UTC

Negocie agora

Com a ascensão do Bitcoin e a proliferação de inúmeras criptomoedas no mercado, uma nova era de possibilidades surgiu no mundo. À medida que o tempo passa, e com o surgimento contínuo de projetos cada vez mais inovadores, esse ecossistema de criptomoedas continua a se expandir e evoluir. Nesse contexto, o Chainlink (LINK) emerge como uma das criptomoedas que personificam com excelência essa constante busca por inovação. O diferencial chave deste ativo digital é seu foco na interligação de “nós de oráculos” descentralizados. Mas o que exatamente são esses nós e como eles funcionam? Quais as perspectivas para o futuro do Chainlink? É prudente investir em Chainlink no ano de 2024? Estas e outras indagações serão abordadas neste artigo, oferecendo uma análise completa e atualizada.

Logo do Chainlink

O que é o Chainlink (LINK)?

O Chainlink (LINK) é uma criptomoeda associada a uma plataforma descentralizada principalmente construída na rede Ethereum (ERC-20). Essa característica – apreciada tanto por investidores quanto por seus parceiros – certamente contribuiu para aumentar a fama da cripto Chainlink desde sua criação em 2017. Em uma análise rigorosa, pode-se dizer que o Chainlink é, antes de tudo, uma plataforma de serviços e, em seguida, uma criptomoeda. O token LINK associado a esta plataforma, usado para remunerar as operações nela realizadas, constitui a criptomoeda nativa do projeto.

A plataforma Chainlink é principalmente definida como uma camada adicional de blockchain que visa simplificar a transferência de dados entre blockchains e fontes de dados externas. Esses dados externos passam por “oráculos”, que são responsáveis por incorporá-los aos smart contracts (contratos inteligentes) característicos das blockchains.

“Nós” é o nome dado aos pontos de retransmissão dentro das blockchains e desempenham o papel de pontos de controle. No caso do Chainlink, alguns desses nós assumem a forma de componentes chamados oráculos, que são capazes de estabelecer a conexão com fontes externas à blockchain. Esses oráculos, portanto, representam os elementos que garantem a autenticidade, confiabilidade e segurança dos dados adquiridos para os smart contracts. Os tokens LINK da criptomoeda Chainlink são usados para remunerar os serviços na rede Chainlink.

Pagina inicial do Chainlink

História do ChainLink (LINK)

A criação da criptomoeda Chainlink (LINK) remonta ao ano de 2017. Durante o período de sua criação, este token ERC-20 fez um verdadeiro sucesso, naturalmente atraindo a atenção de investidores, analistas e curiosos. Em setembro daquele ano, em sua oferta inicial de moedas (ICO), a Chainlink Labs, empresa criadora da criptomoeda LINK, arrecadou US$ 32 milhões! Seu projeto era cativante e parecia altamente inovador. Ele tornou acessíveis diversas aplicações práticas dos contratos inteligentes. Não surpreendentemente, Sergey Nazarov e Steve Ellis, os dois cofundadores da Chainlink Labs, rapidamente estabeleceram diversas parcerias. Google Cloud, Polkadot e várias outras empresas no espaço das finaças descentralizadas (DeFi) e digital solicitaram seus serviços.

Bitfinex

  • Plataforma completa
  • Segurança reforçada
  • Apropriada para traders experientes

Apesar da concorrência que logo surgiu, o Chainlink conseguiu manter seu status como a principal plataforma descentralizada de oráculos ano após ano. Protocolos DeFi como AAVE e COTI, bem como instituições de destaque como a Associated Press, FedEx e AccuWeather, utilizam as soluções do Chainlink (LINK) para a verificação de seus dados. Até o final de 2022, o Chainlink havia coletado mais de 1 bilhão de pontos de dados. Operando através de mais de 700 redes de oráculos, o ecossistema Chainlink assegura um valor financeiro superior a US$ 70 bilhões nos EUA. Esse sucesso naturalmente continuou a atrair cada vez mais investidores que não hesitaram em comprar LINK. A contratação de Eric Schmidt (ex-CEO do Google) como consultor técnico do protocolo da rede de oráculos do Chainlink, juntamente com o lançamento do token LINK, também contribuiu para reforçar a reputação da plataforma e da criptomoeda.

Por que o ChainLink (LINK) foi criado?

Contratos inteligentes são protocolos que contêm uma série de comandos destinados à execução segura de uma operação negociada. Eles foram introduzidos no ecossistema econômico como suporte à chegada da tecnologia blockchain. No entanto, um problema se apresenta: originalmente, os contratos inteligentes só podem explorar os elementos de uma blockchain. Se eles devem ser usados para elementos do mundo real, esses elementos precisam ser convertidos para poderem ser suportados pela blockchain. A rede de oráculos do Chainlink resolve esse problema, oferecendo uma forma especial de nós (os oráculos).

Assim, o Chainlink corrige o caráter isolado das blockchains, facilitando sua conexão com informações, estatísticas, preços, medidas e outros dados vindos de fontes externas. Como criptomoeda, seu objetivo é alimentar essa plataforma a fim de tornar seu funcionamento mais fluido.

Originalmente, as blockchains do Bitcoin ou do Ethereum não eram capazes de obter e utilizar dados de sistemas externos. Como resultado, seu uso como tecnologias de controle e segurança de transações era limitado. Essa barreira agora foi superada, graças à contribuição do Chainlink. Sem ser uma blockchain em si, a rede LINK conseguiu implantar, por meio de uma camada adicional do Ethereum, todas as funcionalidades necessárias para essa conexão entre a blockchain e o mundo real. Agora, dados climáticos, preços de ativos, resultados de pesquisas ou estatísticas de eventos esportivos podem ser facilmente integrados aos contratos inteligentes. As possíveis aplicações da blockchain foram, portanto, multiplicadas.

Como o ChainLink (LINK) funciona?

O funcionamento da criptomoeda Chainlink não pode ser separado do funcionamento da rede de oráculos da qual ela é nativa, pois é essa rede que fundamenta sua existência. As funcionalidades do Chainlink têm como objetivo oferecer aos utilizadores acesso a infraestruturas de cálculo que possuem as menores unidades de provas de confiança. Essas infraestruturas são caracterizadas pela minimização dos riscos de corrupção de dados, o que, por sua vez, reduz a necessidade final de provas de confiança.

As funcionalidades do Chainlink são utilizadas de forma independente pelo próprio utilizador, que é responsável por verificar a precisão das tecnologias de programação que ele insere. Através da rede Chainlink, um contrato inteligente transmite o código do utilizador a uma rede de oráculos descentralizada. Cada oráculo executa então o mesmo código, antes que a rede agregue os resultados e os devolva ao contrato inteligente. Graças a esse princípio de funcionamento, o Chainlink permite que instituições realizem cálculos dentro da blockchain com dados externos. Esse processo pode ser iniciado sem que cada utilizador precise configurar seus próprios nós. É aí que a criptomoeda LINK entra em cena!

Para pagar as solicitações de execução de contratos inteligentes com dados do mundo real, os utilizadores da plataforma Chainlink precisam pagar taxas. Essas taxas são calculadas em tokens LINK. Os tokens da criptomoeda Chainlink (LINK) adquiridos dessa forma só são efetivamente consumidos após a execução completa da solicitação.

Múltiplos Casos de Uso

O funcionamento do Chainlink, como descrito acima, abre caminho para diversos casos de uso. As funcionalidades do Chainlink, por exemplo, são utilizadas para conectar uma blockchain a dados públicos (estatísticas meteorológicas, dados esportivos em tempo real, etc.). Também permitem recuperar e transformar esses dados antes de utilizá-los. Os utilizadores também o usam para estabelecer uma conexão entre um dispositivo e uma fonte protegida por senha. Além disso, o Chainlink simplifica conexões com bancos de dados descentralizados, aplicações da Web2, servidores em nuvem, entre outros.

Como comprar ChainLink (LINK)?

Após o estabelecimento do ecossistema da Chainlink Labs, a aquisição da criptomoeda Chainlink (LINK) rapidamente ganhou destaque. A valorização do LINK foi notável, em grande parte devido às diversas aplicações e casos de uso associados à rede Chainlink. Os tokens LINK conquistaram a confiança dos investidores e do mercado em geral, abrindo oportunidades interessantes para aqueles que desejam apostar no token, pois as principais plataformas de negociação e armazenamento de criptomoedas oferecem suporte para este ativo digital. Quer saber como investir em Chainlink? Confira abaixo.

Coinbase

Pagina inicial da Coinbase

A Coinbase está entre as plataformas de compra de criptomoedas mais populares do mercado, principalmente devido à sua seleção rigorosa de criptomoedas. A inclusão do Chainlink (LINK) em sua lista representa, portanto, uma evidência adicional da confiabilidade desta moeda. Após um lançamento exclusivo nos Estados Unidos, a empresa está gradualmente se expandindo para outros continentes.

Coinbase

  • Intercâmbio regulado
  • Plataforma fácil de usar
  • Formação gratuita em criptomoedas

A plataforma de compra de LINK da Coinbase aceita a compra de criptomoedas com moedas fiduciárias. Assim, o utilizador tem a liberdade de comprar LINK por transferência bancária, cartão de crédito, etc.

Kraken

Pagina inicial da Kraken

A Kraken também faz parte daquelas plataformas que a maioria dos especialistas em criptomoedas recomendaria quase que imediatamente para aqueles que desejam comprar Chainlink. A exchange conquistou uma excelente reputação, principalmente devido à segurança de suas ferramentas.

Kraken

  • Bom suporte ao cliente
  • Plataforma segura
  • Taxas baixas no Kraken Pro

Entre outras operações, o utilizador pode comprar e negociar LINK na Kraken. O site, conhecido por resistir eficazmente às tentativas de invasão, oferece diversas funcionalidades para operações variadas.

Binance

Página inicial do site da Binance

A Binance é a última, mas não menos importante, plataforma que recomendamos. A popularidade desta exchange fala por si, pois implementou mecanismos de comunicação e publicidade intensivos em muitos países. Entre as centenas de criptomoedas disponíveis na plataforma Binance, que está disponível tanto no PC quanto no celular, está o Chainlink. O utilizador pode comprar LINK com cartão de crédito, transferência bancária ou P2P, além de negociar suas criptomoedas usando ordens de mercado, ordens limitadas, opções de margem, entre outras modalidades de trading.

Escolha da redação: Binance

Vários argumentos favorecem a Binance como a plataforma recomendada para a compra do Chainlink (LINK). Sua popularidade e sua representatividade são, claro, os argumentos principais. A plataforma é muito conhecida e está presente em muitos países. Além disso, permite adquirir diversas criptomoedas, desde o Shiba Inu (SHIB) até o Tron (TRX), passando por Polygon (MATIC) ou Solana (SOL), sem esquecer, é claro, do próprio Chainlink (LINK).

As diversas funcionalidades e opções de investimento oferecem um amplo leque de possibilidades de investimento, o que também fortalece a posição da Binance.

Binance

  • Baixas taxas
  • Mais de 600 criptomoedas
  • Maior troca de criptomoedas
Última atualização:: 25 fevereiro 2024

Atualmente: 78 Cobiça extrema

Atualmente: 78 Cobiça extrema

Ontem: 78 Cobiça extrema

Semana passada: 70 Cobiça

No dinâmico e por vezes imprevisível mundo das criptomoedas, o Índice Fear & Greed (Medo e Ganância, em português) surge como uma ferramenta crucial. Numa escala de zero a 100, o indicador serve como um termômetro para medir o humor dos investidores. Se a temperatura estiver baixa, é sinal de cautela e, talvez, ativos subvalorizados. Muitos consideram este o momento ideal de investir. Por outro lado, um cenário aquecido pode demonstrar ganância excessiva, com sobrevalorização de ativos e possíveis correções e perdas.

Assim, antes de investir em LINK ou em qualquer outro ativo, uma consulta ao Fear & Greed pode fornecer insights valiosos sobre as tendências atuais e ajudar a prever possíveis correções ou oportunidades de compra. Em um setor onde os preços podem oscilar drasticamente em questão de horas, ter uma leitura precisa do ânimo do mercado é fundamental para tomar decisões de investimento informadas e estrategicamente sólidas, equilibrando risco e potencial de retorno.

No entanto, é importante lembrar que o Fear & Greed é apenas uma ferramenta e não deve ser usado isoladamente. Por isso, é importante que os investidores façam a sua própria pesquisa antes de empenhar cegamente seu capital.

A compra de ChainLink (LINK) em 2024 é um bom investimento?

Será que é uma boa ideia comprar LINK em 2024? Um investidor prudente sabe que antes de tomar qualquer decisão de investimento, deve dedicar tempo à análise. Toda essa informação sobre o Chainlink que fornecemos aqui não constituem conselhos de investimento, mas têm o objetivo de esclarecer suas reflexões sobre esta criptomoeda.

Antes de investir no LINK ou em qualquer outro ativo digital, avalie sua utilidade real. Ao criar as condições para estabelecer uma conexão segura entre os contratos inteligentes na blockchain e os dados externos, a evolução do Chainlink mostrou claramente sua capacidade de garantir aplicações no mundo real. Embora isso contribua para aumentar a confiança nos mercados, esse fator por si só, obviamente, não é suficiente. Para decidir se a compra de Chainlink (LINK) em 2024 é um bom investimento, os dados históricos também servem como elementos de análise.

Em setembro de 2017, o valor do token LINK estreou no cenário das criptomoedas a US$ 0,19. Entre altas e correções, a criptomoeda continuou a consolidar sua posição, com aumento constante da sua capitalização. Como resultado, em maio de 2021, atingiu sua máxima histórica (ATH) de US$ 49,55. Com base nesses números, pode-se concluir que o Chainlink demonstra, em geral, solidez. Seu valor atual relativamente baixo pode ser atraente para investidores que adotam a estratégia de “HODL”. No entanto, analise cuidadosamente o mercado e considere seu perfil de investidor antes de investir em LINK.

Logo do Chainlink
  • Criptomoeda baseada no Ethereum, e, portanto, compatível com vários outros tokens ERC-20.
  • Token associado a uma rede com muitas aplicações no mundo real.
  • As principais plataformas do mercado listam o Chainlink (LINK), o que representa uma marca de confiança.
  • O Chainlink está disponível em Portugal e no Brasil.
  • Além de sua utilidade técnica, seu valor como ativo permanece sujeito a vulnerabilidades.
  • A Binance Oracle poderia representar uma concorrência significativa.

Opinião final sobre o ChainLink (LINK)

Para muitas criptomoedas, dúvidas surgem imediatamente quando se explora informações sobre sua história, funcionamento, etc. Mas no caso da criptomoeda Chainlink (LINK), a tendência parece apontar para uma confiança espontânea. Em vários aspectos, a avaliação do Chainlink obtém uma pontuação excelente. A criptomoeda LINK, através de sua rede fundadora, demonstra utilidade no mundo real. Seu funcionamento simplificado, a disponibilidade de tokens em várias exchanges e sua valorização moderada também são pontos positivos. Com base nesses diferentes aspectos, podemos atribuir uma avaliação positiva ao ativo digital.

No entanto, não devemos esquecer o fato de que, em sua essência, os tokens LINK desempenham principalmente funções de conexão entre a blockchain e o mundo real. Nesse papel, seu caráter de ativo financeiro pode ser obscurecido. Portanto, é importante avaliar sua robustez e interações com outras criptomoedas antes de decidir comprá-la.

Saiba mais antes de comprar a criptomoeda Chainlink (LINK)

O valor da criptomoeda LINK vai subir?

Dada a confiança depositada nesta criptomoeda, é altamente provável que o preço do Chainlink retome sua trajetória de crescimento.

É possível comprar tokens LINK com um cartão bancário?

Basta aceder a plataformas que permitem a compra de criptomoedas com moedas fiduciárias, como a Coinbase ou a Binance.

É possível armazenar tokens LINK em uma carteira de hardware?

Sim, tokens Chainlink (LINK) podem ser armazenados em qualquer tipo de carteira.

Qual a utilidade dos tokens LINK?

Os tokens LINK são usados no pagamento das taxas necessárias para solicitar as funções da rede descentralizada Chainlink.

Podemos confiar na criptomoeda Chainlink (LINK)?

As informações disponíveis parecem indicar que se trata de uma criptomoeda confiável, com gerenciamento descentralizado.

Como comprar tokens LINK com segurança?

Certifique-se de selecionar uma plataforma de renome para a aquisição e de possuir uma carteira segura. Não deixe de ler esta análise para compreender todos os aspetos relacionados a este ativo digital.

Sobre o autor

Henrique Andrade Camargo

Jornalista com paixão por tecnologia e sustentabilidade. Medalhista de ouro no Prêmio Malofiej. Trabalhou na Avast, Grupo Abril e Mercado Ético.